Implantação de um Sistema Agroflorestal Didático em Escola Rural

       Na escola Rural Municipal Olimpia Breyer, localizada no bairro Cachoeira, da pré escola ao 5º ano, com uma média de duzentos alunos de várias localidades da zona rural, implantamos um Sistema Agroflorestal Didático, a fim de desenvolver a metodologia por nucleação. Como o solo era pobre em nutrientes e muito úmido, optamos em rotativar toda a área e realizar encanteiramentos para drená-lo. Em seguida fizemos a semeadura da adubação verde a fim de produzir matéria orgânica e nitrogenar o solo. Esta atividade foi realizada com todos os alunos da escola por meio da disciplina de Educação Física.

A adubação verde é uma prática permanente na agrofloresta e diversas espécies podem ser utilizadas, o importante é que sejam leguminosas porque estas plantas tem o poder de tirar o nitrogênio do ar e fixar no solo, elemento este muito importante no processo de biodegradação da matéria orgânica. Neste desenho trabalhamos com a crotalária, espécie de verão, durante 9 meses, quando realizamos o manejo e implantamos o SAF.

Após a semeadura em solo rotativado e encanteirado alunos aguando a crotalária (Crotalaria juncea).

10348185_421976784626523_4358763768587675079_n


Crotalária 3 meses após a semeadura. A adubação Verde é manejada no período da floração, pois é este o período em que o nitrogênio é fixado no solo. A fim de ter sementes para o próximo verão é importante deixar algumas fileiras sem a poda.

10603774_421976944626507_2080638206447311369_n


A crotalária foi menejada e encanteirada nos murundus (áreas de plantios) e no solo descoberto foi realizada uma nova semeadura de adubação verde, pois o solo nunca deve ficar descoberto. Neste período foram plantadas as espécies florestais frutíferas de 4m em 4m a fim de formar um pomar por extrato de desenvolvimento de cada espécie.

1660893_421977407959794_8895130003812437747_n


Após 11 meses as espécies florestais estavam se desenvolvendo sem perda e entre elas foi plantadas espécies agrícolas. Em todos os núcleos foram plantados Ingás porque é uma espécie florestal que cumpre a função da adubação verde, já que é uma leguminosa e aceita podas. Assim temos um adubo verde permanente em cada núcleo acelerando o crescimento das outras espécies.

1011761_421977611293107_4740319992257418626_n


Imagem do SAF após 11 meses de instalação. Em cada núcleo plantamos de 4 a 5 espécies frutíferas nativas diferentes da Floresta Atlântica.

10940599_421977667959768_8664278760752062036_n


7 meses após a implantação do SAF

10609731_375734249250777_7760303136864367328_n


14 meses de SAF

10256958_421971321293736_4205653041022913581_n


14 meses de SAF sendo enriquecido com adubação verde (feijão de porco) entre as leiras.

10924779_410062779151257_1018352237458738547_n


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *